sexta-feira, 12 de abril de 2013

Seu colo também envelhece...


Rugas no colo: como, quando e porquê?





Coitadinho do nosso colo. Junto com as nossas mãos, é a área mais esquecida pelas pessoas, em termos de prevenção de envelhecimento  Conheço muitas pessoas que exibem um rosto lisinho e sem manchas, porém apresentam um colo não condizente com a face.
É fácil entender porque isso acontece. Primeiro, passar cremes no colo faz com que eles acabem mais rápido. Isso é fato. Segundo: passar protetor solar no colo pode sujar a sua roupa. Terceiro: por falar em roupa, as mulheres costumam usar decotes e blusas com golas mais largas do que os homens, o que acarreta em maior exposição solar. Quarto: a prevenção de rugas no colo vai além do uso de cremes e protetor solar. É necessário fazer uma correção postural, principalmente na hora de dormir. A posição lateral favorece muito o surgimento de rugas.

As rugas nessa região podem ser dinâmicas (só aparecem quando há contração muscular), estáticas (presentes o tempo inteiro, denotam um envelhecimento mais acentuado) ou mistas (também chamadas de "o fundo do poço". Brincadeirinha. Se é que se pode brincar com rugas do colo).

Também existe uma classificação quanto à profundidade das indesejáveis. Dessa forma, as primárias são as mais fininhas. São decorrentes da deteriorização das fibras elásticas e surgem a partir da terceira década de vida. As secundárias ocorrem com a acentuação dessas primeiras rugas finas em peles prematuramente envelhecidas. As terciárias estão presentes sobretudo em idosos, incluindo os casos de ptose e flacidez. Essas rugas são o somatório de vários fatores: o próprio envelhecimento do indivíduo, os efeitos cumulativos do sol, o estilo anatômico de cada um, o decúbito lateral constante, e a falta de hidratação e estímulo de colágeno.

Como vocês sabem, causas diversas demandam atitudes diversas. Dessa forma, recomendamos tratamentos associados, a saber:

1) Avaliação de seu médico. Pois além de manchas, ele vai procurar por lesões malignas e pré-malignas. Quando presentes, necessitam de quimioterapia tópica, geralmente usamos um creme que faz feridas na pele (queima para matar células malignas). Essas feridas podem manchar o colo. Pense comigo: não é mais inteligente tratar primeiro, fazer as feridas que forem necessárias, para só depois começar a tratar as manchas? É o médico que vai lhe orientar quanto ao melhor plano de tratamento.

2) Prevenir. Usar no colo o mesmo fotoprotetor do rosto. Espere secar completamente antes de vestir a sua roupa. Ou faça "a freira" e passe a usar roupas mais fechadinhas. Ok, não está mais aqui quem falou.

3) Prevenir mais. Existem sutiãs especializados em prevenir ruguinhas decorrentes das suas noites de sono. Funcionam se forem usados diariamente durante anos (de preferência antes da instalação das rugas). Ou então passe a dormir de barriga para cima.

4) Hidratar e tratar com cremes. Aqui é seu médico que vai lhe indicar os melhores produtos. O colo é uma região que inspira maiores cuidados que o rosto porque a pele é fina e tem difícil cicatrização. Algumas pessoas não toleram o creme do rosto no colo.

5) Tratar com procedimentos médicos. Os principais tratamentos são: a toxina botulínica (que trata rugas dinâmicas por atuar na musculatura promovendo uma paralisia parcial e programada ), os peelings superficiais (retinóico, glicólico, etc), e a luz intensa pulsada (para tratar poiquilodermias, lentigos solares e melhorar a qualidade da pele. Outros procedimentos podem ser indicados de acordo com o caso clínico do paciente


Fonte: Minha pele é melhor que a sua.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Espero seu comentário!!